Cidade e políticas urbanas: intervenções de regeneração urbana na Região Centro de Portugal.

14/06/2013

Professor Rui Jacinto  –  Departamento de Geografia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra/Portugal .

data: 18/06/2013 | terça feira| horas: 15h00

local: Auditório  da Reitoria da Uni-CV/Plateau

A equipa do CIDLOT/UNICV vem por este meio convidá-lo(a) assistir à 15ª conferência no quadro da 3ª edição do Ciclo de Conferências Cidades e globalização: perspetivas a partir do Sul Global que terá lugar  dia 18/06/2013, a partir das 17h00 no Auditório da Reitoria da Uni-CV/Plateau.

A conferência será proferida pelo DOUTOR RUI JACINTO do Departamento de Geografia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra/Portugal e será subordinada ao título: Cidade e políticas urbanas: intervenções de regeneração urbana na Região Centro de Portugal.

>> RESUMO DA CONFERÊNCIA

As transformações económicas, sociais, culturais e politicas que, nas ultimas décadas, percorreram Portugal, a Europa e o Mundo, além de conferirem novos contornos às respetivas geografias regionais, aceleraram a reorganização dos tecidos, dos modos de vida e das vivências urbanas, evidenciando a importância das cidades na afirmação da competitividade e inovação dos territórios onde se integram, motivos suficientes para que passassem a ocupar um lugar central na agenda das políticas públicas com enfoque territorial.   Os inúmeros estudos, discussões públicas, documentos, Cartas e Livros Verdes elaboradas a nível europeu sobre diversas problemáticas urbanas, onde situamos, a titulo exemplificativo, o Contributo das cidades e das aglomerações para o crescimento e o emprego nas regiões, as Cidades Europeias Sustentáveis (Aalborg, 1994; Liepzig, 2007) ou a Agenda Territorial Europeia 2020, acabaram por plasmar compromissos e orientações que os Estados membros da União Europeia, duma forma ou doutra, acabam por assumir no desenho das respectivas políticas de cidades. As cidades portuguesas, por seu lado, conheceram rápidas mudanças induzidas pelo incremento de infraestruturas, equipamentos, requalificação dos espaços públicos e os novos usos dos tempos e dos espaços de consumo, lazer e outras actividades, transformações profundas que acabaram inscritas nas respectivas paisagens urbanas.   Tendo presente as diversidade de intervenções realizadas e tendo por referência os centros urbanos da Região Centro, procuramos revisitar a evolução dos discursos e das práticas, das politicas e dos instrumentos de apoio ao desenvolvimento urbano aplicados, onde pontificam, a par de acções pontuais ou projectos casuísticas, o Programa Polis (Programa de Requalificação Urbana e Valorização Ambiental de Cidades) e a Política de Cidades (POLIS XXI), iniciativas realizadas com o apoio financeiro de diferentes Intervenções Operacionais enquadradas, respectivamente, no IIIº Quadro Comunitário de Apoio (QCA, 2000-2006) e no Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN, 2007-2013).   No limiar dum novo ciclo de políticas públicas, que irá vigorar entre 2014 e 2020, impõem-se reflexões prospectivas que concorram para esboçar uma nova política de cidades, que irá beneficiar de instrumentos financeiros e de programas cujos contornos começam a ser discutidos, que não deixarão de incorporar trajectórias de continuidade, promovendo intervenções, mais ou menos estruturantes, semelhantes às que têm vindo a ser realizadas, com soluções inovadores gizadas para responder aos novos problemas urbanos, necessariamente distintos dos que temos conhecido.   Neste sentido, a conferência será estruturada a partir dos seguintes tópicos:

DOWNLOAD DE APRESENTAÇÃO EM PDF

1.Cidade e território: conjunturas, contextos, discursos. Os processos e dinâmicas urbanas emergentes nas últimas décadas obrigaram a rever conceitos, renovar os discursos sobre a cidade e a conceber novas estratégias de desenvolvimento urbano.

2. Coesão territorial e urbana: do Urban ao Polis XXI. O esquema de desenvolvimento do espaço europeu, tanto o apresentado pelo Conselho da Europa (1991) como o elaborado sob a égide da Comissão Europeia (CCE, 1994: EDEC-Europa 2000+, adoptado em 1999), aponta as cidades e as regiões urbanas como territórios que devem ter uma atenção particular, a que juntam, devido aos problemas específicos e às condições geográficas que apresentam, os espaços rurais, os fronteiriços, os de montanha, em declínio industrial, costeiros e, devido à situação de ultraperiferia, os insulares.

3. As cidades da Região Centro e o desenvolvimento urbano: um olhar prospetivo. A diversidade sub-regional de paisagens naturais e humanas, os processos de urbanização e de crescimento das cidades, o enquadramento da Região Centro no sistema urbano português, fortemente bipolarizado entre as Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto, expõem debilidades, já identificadas a nível nacional, que se tornam mais nítidas quando se observam tais aspetos sob duas perspetivas: Nível regional. Os padrões sub-regionais de povoamento e (sub)urbanização são bastante diversos, mais difusos e promíscuos no litoral, mais polarizados no interior, em contraponto com o despovoamento, a baixa densidade e a recessão demográfica. Nível intra-urbano. O crescimento rápido e desregrado das cidades desqualificou as periferias, aumentou dissonâncias e disfunções, acentuou a perda de coesão urbana.

>> RESUMO BIOGRÁFICO

RUI MANUEL MISSA JACINTO. Geógrafo. Assistente Convidado do Departamento de Geografia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Técnico Assessor Principal da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, onde exerceu vários cargos de Chefia e Direção (1983 e 2003), Gestor (1990-2006) e Secretário Técnico (2007-2013) do Programa Operacional Regional do Centro. Membro da Comissão Executiva do Centro de Estudos Ibéricos [CEI], desde 2001, em representação da Universidade de Coimbra. Investigador no Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território (CEGOT), tendo artigos e publicações nas seguintes áreas: dinâmicas demográficas, emigração, retorno; dinâmicas e processos de reestruturação territorial: cidades, o sistema de povoamento e a organização do espaço; espaços rurais; desenvolvimento regional e local: políticas públicas e dinâmicas territoriais; autarquias e desenvolvimento local; cooperação territorial; cultura, geografia literária e identidade territorial.

Participação em diversos projetos de investigação, designadamente: “Brasil-Portugal e as suas novas geografias”, financiado pela Cooperação Científica e Tecnológica FCT-CAPES (2011-2012); Projeto “Coimbra, o País e o Mundo”, financiado pelo Programa Operacional do Centro (PO Centro) e por Coimbra, Capital Nacional da Cultura 2003; Projeto GEOIDE da rede ATLANTIS (ALFA; UE; 1996-97); Missões a Cabo Verde (1990, para a OIT; 2002 e 2005, apoiadas pelo Fundo Facil (FCT) e pela Bolsa Totta – Universidade de Coimbra; 2008 e 2011 no âmbito do Projeto Geoide).

Organização e participação de reuniões científicas, onde relevam: Brasil, Portugal e as suas novas Geografias (Coimbra, 24 de Fevereiro de 2012); Paisagens, Riscos Naturais e Educação Ambiental em Portugal e Cabo Verde (Praia, 13 de Abril de 2011); As novas Geografias dos Países de Língua Portuguesa: território e mudança em diferentes contextos regionais (Coimbra, 16 de Novembro de 2010; Universidade Estadual Paulista (UNESP) – Presidente Prudente – SP, Brasil, 4, 5 e 6 de Agosto de 2010); Desenvolvimento Local e Sustentabilidade (Universidade Estadual do Maranhão – UEMA/São Luís, 15,16 e 17/04/2009); Os países de língua portuguesa e as suas geografias: dinâmicas socioeconómicas e processos de reestruturação territorial.

Publicações recentes:

2012 – PASSOS, M. M., Cunha, L., Jacinto, R. (Org.; 2012)- As novas geografias dos países de língua portuguesa: paisagens, territórios, políticas públicas. Outras Expressões, São Paulo. 638 p.

2012 – JACINTO, Rui (Coord.; 2012) – Patrimónios, Territórios e Turismo Cultural: recursos, estratégias e práticas. CEI, Guarda, Coleção Iberografias, Vol. nº 19.

2012 – JACINTO, Rui (Coord.; 2012) – A cidade e os novos desafios urbanos. CEI, Guarda, Coleção Iberografias, Vol. nº 20.

2011 – Lúcio Cunha e Rui Jacinto (Coord.; 2011). Interioridade/ Insularidade – Despovoamento/Desertificação: Paisagens, Riscos Naturais e Educação Ambiental em Portugal e Cabo Verde. CEI, Guarda, Coleção Iberografias, Vol. nº 17, 414 p..

§ 2011 – JACINTO, Rui (Coord.; 2011) – Transversalidades: fotografia sem fronteiras. Territórios, sociedades e culturas ibéricas em tempos de mudança. Catálogo do Concurso Transversalidades. CEI, Guarda.

2010 – Lúcio CUNHA, Messias M. PASSOS e Rui JACINTO (2010) – As novas geografias dos países de língua portuguesa: paisagens, territórios e políticas no Brasil e em Portugal. CEI, Guarda, Coleção Iberografias, Vol. nº 16, 455 p.

>>Moderadora: Doutora Judite Nascimento. CI.DLOT/Uni-CV.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: